Carrinho

Pesquisas revelam que a bebida deixou o banco dos réus para se tornar uma aliada do bem-estar.

Conheça as mais recentes descobertas

O hábito de tomar café, desde que em doses moderadas (de 4 a 5 xícaras de 50 ml por dia), não oferece riscos ao organismo, muito pelo contrário, proporciona diversos benefícios. Entre os motivos está sua riqueza nutricional, com destaque não apenas para a cafeína, famosa por seu efeito estimulante, mas também pela alta concentração de polifenóis – antioxidantes que impedem, ou ao menos diminuem, a ação dos radicais livres, que prejudicam o equilíbrio celular. Segundo recentes descobertas científicas, o café tem diversas propriedades que contribuem para a prevenção de doenças e promoção do bem-estar. Confira a seguir:

  • Acelera o metabolismo e queima calorias
  • Aumenta a expectativa de vida
  • Diminui o risco de depressão
  • Fortalece a memória
  • Garante maior atenção
  • Fortalece o coração
  • Diminui o diabetes
  • Alivia os sintomas do mal de Parkinson
  • Protege contra o Alzheimer

Para ser bom, tem que ter o Selo de Qualidade ABIC

Tomar um café quentinho é um grande prazer para quem aprecia a bebida. Mas para desfrutar de todo seu frescor, aroma e sabor, é importante verificar se na embalagem do produto há o selo de qualidade ABIC. Há 45 anos, a Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC) avalia e certifica os produtos à venda no Brasil, com foco na Pureza, na Qualidade e na Sustentabilidade do café. 

Fonte: Saúde Abril – Agosto 2020

Deixe um comentário